JORNALISMO CIENTÍFICO NAS AULAS: A VISÃO DE PROFESSORES DE UMA ESCOLA DE EDUCAÇÃO BÁSICA

Autores

  • Márcia Regina Kaminski Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Marcia Borin da Cunha Universidade Estadual do Oeste do Paraná
  • Clodis Boscarioli Universidade Estadual do Oeste do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.22407/2019.v10i2.904

Palavras-chave:

Jornalismo Científico, Ensino de Ciências, Cidadania Crítica.

Resumo

O Jornalismo Científico exerce um papel relevante para a sociedade, pois possibilita o acesso a informações sobre Ciência e Tecnologia, tornando-se uma forma de apresentar esse conteúdo à população. Considerando a importância social e as contribuições que pode trazer à formação crítica dos estudantes já nos anos iniciais, este trabalho investiga a visão dos professores de uma escola de educação básica, da Rede Municipal de Ensino da cidade de XXXXX/YY, sobre a importância do trabalho sistemático com materiais de Jornalismo Científico para o ensino. Como metodologia, foi utilizada pesquisa qualitativa, de natureza interpretativa, por meio de um questionário para a coleta de dados. Os resultados indicam que a maior parte dos professores tem a compreensão da importância do trabalho com Jornalismo Científico nos processos de ensino e aprendizagem e utilizam com frequência regular em suas aulas. Uma parcela do grupo admite, no entanto ainda não fazer uso de materiais dessa natureza como instrumento pedagógico. A pesquisa aponta a necessidade de explorar o Jornalismo Científico em cursos de formação continuada para que haja um trabalho bem sucedido com a Divulgação Científica na escola.

Biografia do Autor

Márcia Regina Kaminski, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Doutoranda em Educação em Ciências e Educação Matemática na Universidade Estadual do Oeste do Paraná -Cascavel. Mestranda em Ensino pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Foz do Iguaçu. Licenciada em Matemática pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2003), Pós Graduada em Ensino da Matemática, com Curso Técnico Em Multimeios Didáticos pelo Instituto Federal do Paraná. Atualmente é Instrutora de Informática Educacional - Secretaria Municipal De Educação de Cascavel -PR. Tem experiência na área de Educação, com ênfase em Informática Educacional, atuando principalmente nos seguintes temas: Sistemas de Numeração e Ensino, Ambientes Virtuais de Aprendizagem, Ensino de Programação e Robótica Educacional nos Anos Iniciais do Ensino Fundamental. Como trabalho complementar, atualmente desenvolve Projeto de Horta e Jardinagem Escolar.

Marcia Borin da Cunha, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Possui graduação em Química Licenciatura Plena pela Universidade Federal de Santa Maria (1985), mestrado em Educação pela Universidade Federal de Santa Maria (1999), doutorado em Educação pela Universidade de São Paulo (2010) e Pós-doutorado pela Universidade Federal de São João del-Rei (2015). Atualmente é professor associado da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste no curso de Química Licenciatura, Campus de Toledo. Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação, Campus de Cascavel, Programa de Pós-Graduação em Ensino, Campus de Foz do Iguaçu e Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Educação Matemático, Campus de Cascavel. Coordenadora do Núcleo de Ensino de Ciências, NECTO, Unioeste. Membro do Grupo de Estudos, Pesquisa e Investigação em Ensino de Ciências (GEPIEC), Unioeste, Campus de Toledo. Tem experiência na área de Educação e Ensino de Ciências, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de ciências e química, material didático, meio ambiente, divulgação científica, Teoria sociocultural de Vigotski e discurso em Bakthin.

Clodis Boscarioli, Universidade Estadual do Oeste do Paraná

Clodis Boscarioli é Professor Adjunto na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Cascavel, onde atua desde o ano de 2000, no Curso de Ciência da Computação. Docente e orientador nos Programas de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino - nível de Mestrado Acadêmico e em Tecnologias, Gestão e Sustentabilidade - nível de Mestrado Profissional, ambos na Universidade Estadual do Oeste do Paraná, Campus de Foz do Iguaçu. Possui graduação em Informática e especialização em Ciência da Computação pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1996 e 1999, respectivamente). É Mestre em Informática pela Universidade Federal do Paraná (2002). Doutor em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (2008), e também especialista em Formulação e Gestão de Políticas Públicas pela Escola de Governo do Paraná em parceria com a Universidade Estadual do Oeste do Paraná (2008). Foi criador e tutor do Grupo PETComp (Programa de Educação Tutorial em Ciência da Computação) aprovado pela Sesu/MEC em 2010 até dez/2016. Suas áreas de interesse envolvem, de forma multidisciplinar, Banco de Dados, Interação Humano-computador, Aprendizado Computacional, Data Mining, Sistemas de Informação e Tecnologias [Assistivas] no Processo de Ensino-Aprendizagem, além de questões relacionadas ao Ensino de Computação. Líder do GIA (Grupo de Inteligência Aplicada) da UNIOESTE e pesquisador colaborador nos grupos de pesquisa ICONE-EPUSP e Tecnologias no uso, no ensino e na aprendizagem de línguas estrangeiras da UNIOESTE.

Downloads

Publicado

2019-08-15

Edição

Seção

Artigos Científicos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)