A RELEVÂNCIA DA CIÊNCIA E DA DIVULGAÇÃO CIENTÍFICA: ANÁLISE DA PERCEPÇÃO DE ESTUDANTES DO ENSINO MÉDIO EM MATO GROSSO DO SUL

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22407/2176-1477/2024.v15.2381

Palavras-chave:

popularização da ciência, conhecimentos científicos, cientistas brasileiros

Resumo

Compreender a ciência e sua relevância no cotidiano é essencial para que cidadãos possam debater questões sociais, ambientais e de saúde pública. Neste contexto, a divulgação científica é uma forma de popularização da ciência, permitindo que a sociedade tenha acesso a uma diversidade de conhecimentos.  Assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar como estudantes do Ensino Médio no interior de Mato Grosso do Sul percebem a ciência e sua divulgação. O estudo foi realizado por meio de uma pesquisa descritiva quali-quantitativa, com um questionário do Google Forms. A partir dos dados, pode-se verificar, como principais resultados, que a minoria dos estudantes responde adequadamente sobre “o que é ciência” (18%) ou conhece o significado de divulgação científica (14%) ou ainda, quem pode divulgar ciência (38%). Adicionalmente, 70% dos discentes desconhece instituições brasileiras de pesquisa e apenas 22% conhecem algum nome de pesquisadores brasileiros. No entanto, a maioria dos alunos se demostra interessada por conteúdos científicos, e acompanha pelo menos um canal de divulgação, da internet. Percebe-se, assim, a necessária revisão de como a ciência vem sendo divulgada e de que forma pode ser mais acessível ao público considerado leigo a este meio, especialmente para estudantes de Ensino Básico, onde está a base de conhecimento da sociedade e futuros pesquisadores. 

Biografia do Autor

Raul de Lima Soares de Andrade, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Graduando Bacharelado em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e Licenciatura em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário da Grande Dourados (Unigran).

Daiane Francine Meinerz, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Doutora em Ciências Biológicas: Bioquímica Toxicológica e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM); Docente na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e na Secretaria de Estado de Educação de Mato Grosso do Sul (SED-MS).

Cassia Fernanda Yano, Instituto Federal do Paraná

Doutora em Ciências: Genética e Evolução pela Universidade Federal de São Carlos (UFScar) e Licenciada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS); Docente no Instituto Federal do Paraná (IFPR).

Referências

AFONSO, E. G. M. A Divulgação Científica para o Grande Público: O Papel das Relações Públicas. O Caso do CIIMAR. Orientador: Jorge Pedro Souza. 2008. 120 p. Dissertação (Mestre em Ciências da Comunicação) - Universidade Fernando Pessoa, Porto, 2008. Disponível em: https://bdigital.ufp.pt/handle/10284/1056 Acesso em: 18 ago. 2023.

ARAÚJO, R. F. Cientometria 2.0, visibilidade e citação: uma incursão altmétrica em artigos de periódicos da ciência da informação. In: ENCONTRO BRASILEIRO DE BIBLIOMETRIA E CIENTOMETRIA, 4., 2014, Recife. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/45549 Acesso em: 02 fev. 2021.

ARAÚJO, T. P. LIMA, J. P.; BULHÕES, F. K. M.; SILVA, F. B.; SANTOS, A. B.; REGO, E. L. Extensão Universitária no Combate ao novo Coronavírus: um Relato de Experiência. Ciências & Ideias, v. 8, n. 3, 2022. DOI: 10.22407/2176-1477/2022.v13i3.1926. Disponível em: https://revistascientificas.ifrj.edu.br/index.php/reci/article/view/1926. Acesso em: 18 ago. 2023.

BOATINI JÚNIOR, D. J. O boato na era das redes sociais digitais: uma análise do caso Guarujá. Orientadora: Prof.ª Dra. Juliana Tonin. 2016. 152 f. Dissertação (Mestrado) – Programa de Pós-graduação em Comunicação Social, PUCRS, Porto Alegre, 2016. Disponível em: https://tede2.pucrs.br/tede2/handle/tede/7171 Acesso em 18 ago. 2023.

BORGES, A. P. A.; BORGES, C. O.; SILVA, M.; SANTOS, D. G.; SANTOS, R. S.; NASCIMENTO, V. R. MARCIANO.; E. P.; BRITO, L. C. C.; SOUZAR, M.; NUNES, S. M. T. Visões de ciência e cientista utilizando representações artísticas, entrevistas e questionários para sondar as concepções entre os alunos da primeira série do Ensino Médio. In: XV ENCONTRO NACIONAL DE ENSINO DE QUÍMICA, 2010. Brasília: Universidade de Brasília, 2010. Disponível em: https://www.sbq.org.br/eneq/xv/listaresumos.htm Acesso em:18 ago. 2023.

BRASIL. Parâmetros Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Brasília: MEC/SEF, 1998. 174 p. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/introducao.pdf Acesso em: 18 ago. 2023.

BUENO, W. C. Comunicação cientifica e divulgação científica: aproximações e rupturas conceituais. Informação & Informação, [S.l.], v. 15, n. 1esp, p. 1-12, 2010. DOI: http://dx.doi.org/10.5433/1981-8920.2010v15n1espp1. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/informacao/article/view/6585. Acesso em: 18 ago. 2023.

CALDAS, G. Política de C&T, mídia e sociedade. Revista do Programa de Pós-Graduação em Comunicação Social, São Bernardo do Campo, n. 30, p. 184-207, 1998. Disponível em: https://www.metodista.br/revistas/revistas-ims/index.php/CSO/article/view/7877. Acesso em: 18 ago. 2023.

CALDAS, G.; MACEDO, M. A formação de jornalistas científicos no Brasil: É hora de ampliar e aprimorar a competência da cobertura científica. Revista Pesquisa FAPESP, São Paulo, p. 6-7, out. 1999. Disponível em: https://revistapesquisa.fapesp.br/a-formacao-dejornalistas-cientificos-no-brasil/ Acesso em: 18 ago. 2023.

CASTILHO, A.; FACÓ, J. F. B. A Divulgação Científica Na Universidade Pública: Case Universidade Federal Do Abc. XXXIV Congresso Brasileiro De Ciências Da Comunicação – Recife/Pe – 2 A 6 De Setembro De 2011.

CGEE - CENTRO DE GESTÃO E ESTUDOS ESTRATÉGICOS. Percepção pública da C&T no Brasil – 2019. Resumo executivo. Brasília, DF: 2019. 24p. Disponível em: https://www.cgee.org.br/web/percepcao/downloads Acesso em: 18 ago. 2023.

DE OLIVEIRA SORDILLO, C. M.; BRAZ RAMOS, M.; QUERIDO DE OLIVEIRA CHAMON, E. M. Concepção de ciência para jovens de duas instituições de ensino do Rio de Janeiro. Interação - Revista de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 23, n. 1, p. 145 - 162, 24 set. 2021. Disponível em: https://periodicos.unis.edu.br/index.php/interacao/article/view/578. Acesso em: 17 fev. 2024.

FAÇANHA, A. A. B.; ALVES, F. C. Popularização das ciências e jornalismo científico: possibilidades de alfabetização científica. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, v. 13, n. 26, p. 41-55, 2017. Disponível em: https://periodicos.ufpa.br/index.php/revistaamazonia/article/view/4283. Acesso em: 17 fev. 2024.

FAPESP, Agência. 2019. Ciência Aberta | Redes Sociais e as novas formas de comunicar a ciência. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=su2D7k-S5XA Acesso em: 18 ago. 2023.

FORPROEX – FÓRUM DE PRÓ-REITORES DE EXTENSÃO DAS UNIVERSIDADES PÚBLICAS BRASILEIRAS. Plano Nacional de Extensão Universitária. Ilhéus: Editus, 2001.

FURIÓ, C; VILCHES, A. Las actitudes del alumnado hacia las ciencias y las relaciones ciencia, tecnología y sociedad. In: CARMEN, Luis del (coord.). La enseñanza y el aprendizaje de las ciencias de la naturaleza en la educación secundaria. Barcelona: Horsori, 1997. cap. 2, p. 47-72. ISBN 84-85840-58-5.

HALLIDAY, M.A.K.; MARTIN, J.R. Writing Science: Literacy And Discursive Power. 1. ed. Londres: Routledge, 1993. 300 p. ISBN 9780203209936. DOI https://doi.org/10.4324/9780203209936. Disponível em: http://93.174.95.29/main/2D4B282BDBD0082DB8D251DA45D96A02. Acesso em: 21 ago. 2020.

JUNIOR, A. N. S.; BARBOSA, J. R. A. Repensando o Ensino de Ciências e de Biologia na Educação Básica: o Caminho para a Construção do Conhecimento Científico e Biotecnológico. Democratizar, Petrópolis, v. 3, n. 1, jan/abr 2009. Disponível em: http://faeterj-petropolis.hospedagemdesites.ws/democratizar/index.php/dmc/issue/viewIssue/Vol.%203%2C%20no.%201%2C%202009/36 Acesso em: 18 ago. 2023.

KAMPF, C. A geração Z e o papel das tecnologias digitais na construção do pensamento. ComCiência [online], n.131, p. 0-0, 2011. Disponível em: http://comciencia.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1519-76542011000700004&lng=en&nrm=iso. Acesso em: 05 out. 2023.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de Metodologia Científica. 5. ed. São Paulo: Atlas, 2003. 311p. ISBN 85-224-3397-6.

MCTI – Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. Indicadores Nacionais de Ciência, Tecnologia e Inovação - Brasil – 2022. Brasília: 2023. Disponível em: https://www.gov.br/mcti/pt-br/acompanhe-o-mcti/indicadores/paginas/publicacoes/indicadores-nacionais Acesso em: 21 ago. 2023.

MENEZES, A. V. Mais de 200 anos de comunicação da ciência no Brasil: falta de letramento científico é determinante para brecar o crescimento da divulgação científica. Cienc. Cult. [online]. v. 74, n. 3, p.1-5. Disponível em: https://revistacienciaecultura.org.br/?p=3159. Acesso em: 17 fev. 2024.

NAIDEKA, N. et al. Mulheres Cientistas na Química Brasileira. Química Nova, São Paulo, v. 43, n. 6, p. 823-836, jun. 2020. DOI: https://doi.org/10.21577/0100-4042.20170556 Acesso em: 18 ago. 2023.

PEREIRA, M. L. W. Jornalismo Científico na TV: análise da divulgação de assuntos de ciência nos telejornais. Temática, [s. l.], ano X, v. 10, n. 12, p. 42-59, dez. 2014. Disponível em: https://periodicos.ufpb.br/index.php/tematica/article/view/22135 Acesso em: 18 ago. 2023.

PORTO, C. M.; MORAES, D.A. Divulgação científica independente na internet como fomentadora de uma cultura científica no Brasil: estudo em alguns blogs que tratam de ciência. In: PORTO, CM., org. Difusão e cultura científica: alguns recortes [online]. Salvador: EDUFBA, 2009. pp. 93-112. ISBN 978-85-2320-912-4.

PORTO, C. M., BROTAS, A. M. P.; BORTOLIERO, S. T. (Orgs.). Diálogos entre ciência e divulgação científica: leituras contemporâneas [online]. Salvador: EDUFBA, 2011, 242p. ISBN 978-85-232- 1181-3. Disponível em: https://books.scielo.org/id/y7fvr. Acesso em: 17 fev. 2024.

POZO, J. I.; CRESPO, M. A. G. Como os alunos aprendem ciências. In: POZO, J. I.; CRESPO, M. A. G. A aprendizagem e o ensino de ciências: do conhecimento cotidiano ao conhecimento científico. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. cap. 1, p. 13-28.

REIS, J. A Divulgação Científica e o Ensino. Ciência e Cultura, v.16, n.4, p. 353, 1964.

ROCHA, M. C. F.; PEREIRA, G. C. DE CONSUMIDOR A PRODUTOR DE INFORMAÇÃO: Participação pública no contexto da nova cultura tecnológica. Cadernos PPG- AU/FAUFBA, Salvador, v. 9, p. 73-86, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufba.br/index.php/ppgau/article/view/5113 Acesso em: 18 ago. 2023.

SÁNCHEZ MORA, A. M. A divulgação da ciência como literatura. Rio de Janeiro: Casa da Ciência, Editora da UFRJ, 2003.

SCHMIEDECKE, W. G.; PORTO, P. A. A história da ciência e a divulgação científica na TV: subsídios teóricos para uma abordagem crítica dessa aproximação no ensino de ciências. Revista Brasileira de Pesquisa em Educação em Ciências, [S. l.], v. 15, n. 3, p. 627–643, 2015. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/rbpec/article/view/4332 Acesso em: 3 fev. 2021.

SILVA, A. F.; FERREIRA, J. H.; VIERA, C. A. O ensino de Ciências no ensino fundamental e médio: reflexões e perspectivas sobre a educação transformadora. Revista Exitus, [S. l.], v. 7, n. 2, p. 283-304, 2017. DOI: 10.24065/2237-9460.2017v7n2ID314. DOI: https://doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.11i55.%25p Disponível em: http://www.ufopa.edu.br/portaldeperiodicos/index.php/revistaexitus/article/view/314 Acesso em: 27 jan. 2021.

SILVA, L. C. Divulgação científica e educação: como usar a comunicação social para ensinar ciências. Orientador: William Dias Braga. Rio de Janeiro, 2013. Monografia de graduação em Comunicação Social/ Jornalismo – Escola de Comunicação, Universidade Federal do Rio de Janeiro. Disponível em: http://hdl.handle.net/11422/3734 Acesso em: 21 ago. 2020.

TEIXEIRA, O. P. B. A Ciência, a Natureza da Ciência e o Ensino de Ciências. Ciência & Educação (Bauru), v. 25, n. 4, p. 851–854, out. 2019. Disponível em: https://doi.org/10.1590/1516-731320190040001. Acesso em: 17 fev. 2024.

VALÉRIO, M.; BAZZO, W. A. O papel da divulgação científica em nossa sociedade de risco: em prol de uma nova ordem de relações entre ciência, tecnologia e sociedade. Revista de Ensino de Engenharia, v. 25, n. 1, p. 31-39, 2006. Disponível em: http://revista.educacao.ws/revista/index.php/abenge/article/view/34 Acesso em: 18 ago. 2023.

VIEIRA, F. L. et al. Causas do desinteresse e desmotivação dos alunos nas aulas de Biologia. Universitas Humanas, Brasília, v. 7, n. 1/2, p. 95-109, jan./dez. 2010. DOI: 10.5102/univhum.v7i1.1061. Disponível em: https://www.publicacoesacademicas.uniceub.br/universitashumanas/article/view/1061 Acesso em: 18 ago. 2023.

Downloads

Publicado

2024-02-27

Edição

Seção

Artigos Científicos