PEEP TRIAL: UM APLICATIVO PARA AVALIAÇÃO DA RESPOSTA À PEEP COMO FERRAMENTA DE EDUCAÇÃO PERMANENTE NA PANDEMIA POR COVID-19

Autores

DOI:

https://doi.org/10.22407/2176-1477/2023.v14.2265

Palavras-chave:

Webapp, Recurso didático digital, SDRA, Covid-19, Educação em saúde

Resumo

O presente artigo descreve a implementação de um WebApp – PEEP Trial – como ferramenta de educação permanente destinada aos fisioterapeutas durante a pandemia por Covid-19. Seu objetivo foi facilitar a aprendizagem significativa na assistência ventilatória quanto à avaliação da resposta da mecânica respiratória à pressão expiratória final positiva (PEEP) em pacientes com síndrome do desconforto respiratório agudo. Para a elaboração deste recurso, contextualizou-se os dilemas acerca do ajuste de PEEP nesses pacientes, a necessidade da capacitação rápida de centenas de fisioterapeutas como resposta à pandemia e o uso de aplicativos e recursos multimidiáticos interativos como facilitadores do processo de ensino-aprendizagem. O aplicativo foi elaborado em linguagem HTML, CSS e Javascript e facilitava a escolha da PEEP individualizada por visualização de uma curva que sugere o melhor compromisso entre colapso e hiperdistensão alveolar em pacientes ventilados com Síndrome do Desconforto Respiratório Agudo (SDRA). Após a capacitação e aplicação pelos fisioterapeutas do centro hospitalar Covid-19, os dados de mecânica respiratória eram registrados. O uso do aplicativo facilitou o ensino rápido de um protocolo assistencial utilizando uma atividade que foge à metodologia tradicional. O PEEP Trial representou uma possibilidade de aprendizado motivador e significativo em que se inserem os quatro pilares da educação: aprender a ser, aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver. Além disso, introduziu uma ferramenta interessante relacionada ao cotidiano da prática do fisioterapeuta, facilitou o pensar em ações do dia a dia, mesmo sob as adversidades da prática assistencial na pandemia. O PEEP Trial como ferramenta na educação permanente foi útil para aumentar o interesse dos fisioterapeutas para as tecnologias digitais com temáticas relacionadas à assistência ventilatória e estabelecer ajustes individualizados. Finalmente, o relato dos fisioterapeutas demonstrou que o aplicativo favoreceu a assimilação de conhecimentos específicos, habilidades e competências através dessa ação de educação em saúde.

Referências

ALHAZZANI, W. et al. Surviving Sepsis Campaign: guidelines on the management of critically ill adults with Coronavirus Disease 2019 (COVID-19). Intensive Care Medicine, Londres, v. 46, n. 5, p. 854–887, maio 2020.

ALMEIDA, R. R.; COUTINHO, F. A.; CHAVES, A.C.L. Percepção de alunos do Ensino Médio sobre a utilização de recursos multimídia no ensino de Biologia. In: VII ENPEC – ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO EM CIÊNCIAS, 2009. Anais do VII Enpec. Belo Horizonte: ABRAPEC, 2009. Disponível em: http://fep.if.usp.br/~profis/arquivos/viienpec/VII%20ENPEC%20-%202009/www.foco.fae.ufmg.br/cd/pdfs/621.pdf.

AMATO, M.B.P. et al. Driving Pressure and Survival in the Acute Respiratory Distress Syndrome. New England Journal of Medicine, Massachusetts, v. 372, n. 8, p. 747–755, 19 fev. 2015.

APRESENTAÇÃO, K. R. dos S.; TEIXEIRA, R. R. P. Jogos em sala de aula e seus benefícios para a aprendizagem da matemática. Revista Linhas, São Paulo, v. 15, n. 28, p. 302–323, 6 jan. 2015.

ARAGÃO, J. Introdução aos estudos quantitativos utilizados em pesquisas científicas. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 3, n. 6, 10 fev. 2013. Disponível em: http://revistas.unifoa.edu.br/index.php/praxis/article/view/566. Acesso em: 20 ago. 2022.

ARAGÃO, J. C. S. et al. Produção de vídeos como material didático de apoio para aprendizagem em saúde da mulher: relato de experiência. Revista Práxis, Volta Redonda, v. 11, n. 22, 11 dez. 2019. Disponível em: https://revistas.unifoa.edu.br/praxis/article/view/2729. Acesso em: 20 ago. 2022.

ARANDJELOVIC, A. et al. COVID-19: Considerations for Medical Education during a Pandemic. MedEdPublish, Londres, v. 9, p. 87, 1 maio 2020.

AZEVEDO, A. P. et al. Educação em saúde para acompanhantes de pacientes internados. Revista de Enfermagem UFPE on line, Recife, v. 12, n. 4, p. 1168, 4 abr. 2018.

BRIEL, M. et al. Higher vs Lower Positive End-Expiratory Pressure in Patients With Acute Lung Injury and Acute Respiratory Distress Syndrome. JAMA, v. 303, n. 9, p. 865, 3 mar. 2010.

BROWER, R. G. et al. Ventilation with Lower Tidal Volumes as Compared with Traditional Tidal Volumes for Acute Lung Injury and the Acute Respiratory Distress Syndrome. New England Journal of Medicine, v. 342, n. 18, p. 1301–1308, 4 maio 2000.

CARBO, L. et al. Atividades práticas e jogos didáticos nos conteúdos de Química como ferramenta auxiliar no ensino de Ciências. Revista de Ensino de Ciências e Matemática, Jaciara, v. 10, n. 5, p. 53–69, 7 out. 2019.

COPPOLA, S. et al. Role of total lung stress on the progression of early COVID-19 pneumonia. Intensive Care Medicine, v. 47, n. 10, p. 1130–1139, 16 out. 2021.

CRUZ, M. R. et al. BRIEF REPORT Open Access Positive end-expiratory pressure induced changes in airway driving pressure in mechanically ventilated COVID-19 Acute Respiratory Distress Syndrome patients. Critical Care, v. 27, p. 118, 2023.

GATTINONI, L. et al. COVID-19 pneumonia: different respiratory treatments for different phenotypes? Intensive Care Medicine, Alemanha, v. 46, n. 6, p. 1099–1102, jun. 2020.

GATTINONI, L.; MARINI, J. J. In search of the Holy Grail: identifying the best PEEP in ventilated patients. Intensive Care Medicine, v. 48, n. 6, p. 728–731, 5 jun. 2022.

GATTINONI, L. et al. Lung Recruitment in Patients with the Acute Respiratory Distress Syndrome. New England Journal of Medicine, Massachusetts, v. 354, n. 17, p. 1775–1786, 27 abr. 2006.

GOMES, J. A. Utilização de aplicativos educacionais como recurso didático- pedagógico durante os processos de alfabetização e letramento. Trabalho de Conclusão de Curso (Especialização em Linguagens e Tecnologias em Educação) - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense, Passo Fundo, p. 14, 2017.

GRASSELLI, G. et al. Pathophysiology of COVID-19-associated acute respiratory distress syndrome: a multicentre prospective observational study. The Lancet Respiratory Medicine, Itália, v. 8, n. 12, p. 1201–1208, dez. 2020.

HARRIS, P. A. et al. Research electronic data capture (REDCap)—A metadata-driven methodology and workflow process for providing translational research informatics support. Journal of Biomedical Informatics, v. 42, n. 2, p. 377–381, abr. 2009.

JAMIL, S. et al. Diagnosis and Management of COVID-19 Disease. American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, Estados Unidos, v. 201, n. 10, p. P19–P20, 15 maio 2020.

KALANTARION, M. et al. Introducing a mobile learning model in medical education during COVID-19; a critical review. Journal of advances in medical education & professionalism. Vol. 10.3, p. 145-155, 2022.

KLÍMOVÁ, B. Mobile Learning in Medical Education. Journal of Medical Systems, v. 42, n. 10, 2018.

LAKATOS, E. M.; MARCONI, M. de A. Técnicas de Pesquisa: Planejamento e Execução de Pesquisa. 8. ed. [S. l.]: Atlas, 2017.

MACHADO, J. L. A. Celular na escola: o que fazer? In: BATISTA, S. C. F.; BARCELOS, G. T. B. Análise do uso do celular no contexto educacional. Revista Renote: novas tecnologias na educação. Porto Alegre, v.11, n.1, julho, 2013.

MOURA, A. C. A. de et al. Estratégias de Ensino-Aprendizagem para Formação Humanista, Crítica, Reflexiva e Ética na Graduação Médica: Revisão Sistemática. Revista Brasileira de Educação Médica, Brasília, v. 44, n. 3, p. e076, 2020.

OLIVEIRA, C. B.; SANTOS, R. H. M. dos; ASSUNÇÃO, R. M. A interação e a integração de equipes e seus processos de trabalho resultantes de práticas de educação permanente: Um caso na Coordenação de Atenção à Saúde e Atendimento de Pessoas do Ministério da Saúde. Educação Permanente como ferramenta estratégica de gestão de pessoas – Experiências exitosas da cooperação entre a Secretaria-Executiva do Ministério da Saúde e a Fundação Oswaldo Cruz. Brasília: Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância Epidemiológica. p. 196, 2018. Disponível em: https://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/educacao_permanente_ferramenta_estrategica_gestao_pessoas.pdf. Acesso em: 20 ago. 2022.

PAN, C. et al. Lung Recruitability in COVID-19–associated Acute Respiratory Distress Syndrome: A Single-Center Observational Study. American Journal of Respiratory and Critical Care Medicine, Nanjing, v. 201, n. 10, p. 1294–1297, 15 maio 2020.

PEREIRA, A. L. de F. As tendências pedagógicas e a prática educativa nas ciências da saúde. Cadernos de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 19, n. 5, p. 1527–1534, out. 2003.

RICCIARDI, W.; CASCINI, F. Guidelines and Safety Practices for Improving Patient Safety. Em: Textbook of Patient Safety and Clinical Risk Management. Cham: Springer International Publishing, 2021. p. 3–18.

ROBBA, C. et al. Distinct phenotypes require distinct respiratory management strategies in severe COVID-19. Respiratory Physiology & Neurobiology, Genoa, v. 279, p. 103455, ago. 2020.

SILVA, C. T. da et al. Residência Multiprofissional como espaço intercessor para a educação permanente em saúde. Texto & Contexto - Enfermagem, Porto Alegre, v. 25, n. 1, 2016. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-07072016000100304&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 21 ago. 2022.

SILVA, L. A. A. et al. Percepções de professores enfermeiros sobre a intersecção do trabalho assistencial e docente. Revista de Enfermagem da UFSM, Santa Maria, v. 4, n. 2, p. 313–322, 27 ago. 2014.

SOUZA, I. M. de; SILVA, A. C. C. da. A Importância do processo de educação permanente em saúde para a formação profissional. Revista Brasileira de Saúde Funcional, Jequié (BA), v. 2, n. 1, p. 5–5, 15 jul. 2015.

SPARROW, B.; LIU, J.; WEGNER, D. M. Google Effects on Memory: Cognitive Consequences of Having Information at Our Fingertips. Science, Nova York, v. 333, n. 6043, p. 776–778, 5 ago. 2011.

STAMM, B.; MESSA PONSE, C. E.; SANTOS, K. M. dos. A educação em saúde no ambiente hospitalar: relato de experiência sobre prevenção de lesões por pressão. Extensio: Revista Eletrônica de Extensão, Pampa, v. 16, n. 32, p. 133–140, 24 abr. 2019.

STELLA, R. C. R.; PUCCINI, R.F. A formação profissional no contexto das Diretrizes Curriculares nacionais para o curso de medicina. In: PUCCINI, R. F.; SAMPAIO, L. O.; BATISTA, N. A.; orgs. A formação médica na Unifesp: excelência e compromisso social. São Paulo (SP): Editora Fap-Unifesp, 2008. Disponível em: http://books.scielo.org/id/q8g25. Acesso em: 20 ago. 2022.

WU, C. et al. Risk Factors Associated With Acute Respiratory Distress Syndrome and Death in Patients With Coronavirus Disease 2019 Pneumonia in Wuhan, China. JAMA Internal Medicine, Xangai, v. 180, n. 7, p. 934, 1 jul. 2020.

WU, Z.; MCGOOGAN, J. M. Characteristics of and Important Lessons From the Coronavirus Disease 2019 (COVID-19) Outbreak in China: Summary of a Report of 72 314 Cases From the Chinese Center for Disease Control and Prevention. JAMA, Pequim, v. 323, n. 13, p. 1239, 7 abr. 2020.

Downloads

Publicado

2023-08-25

Edição

Seção

Produto Educacional