POTENCIAL ENERGÉTICO DO METANO ESTIMADO A PARTIR DOS RESÍDUOS ORGÂNICOS GERADOS NA CEASA DO MUNICÍPIO DE SÃO LUÍS, MA

Autores

  • Clara da Penha Marte UFMA
  • Lara Rosa Carvalho Campelo UFMA
  • Welcky Breno da Silva de Jesus UFMA
  • Maxwell Ferreira Lobato UFERSA

DOI:

https://doi.org/10.22407/1984-5693.2022.v14.e20221401

Palavras-chave:

Resíduos orgânicos, Potencial Energético, Metano, Biodigestor, Ceasa.

Resumo

O descarte incorreto de frações orgânicas em locais inadequados ocasiona impactos negativos ao meio ambiente, entre eles, a geração de gases de efeito estufa, como o metano, além de trazer prejuízos econômicos. Conhecendo as orientações da Política Nacional de Resíduos Sólidos por meio da Lei Federal n° 12.305/2010, visando a destinação adequada e o reaproveitamento dos resíduos orgânicos, faz-se necessário a reutilização desses resíduos via digestão anaeróbia. Com isso, o objetivo deste trabalho foi estimar o potencial de geração de energia através do processo de biodigestão dos resíduos orgânicos gerados na CEASA-MA, no município de São Luís. Os resultados obtidos, mostram que a geração de resíduos orgânicos em 2020 foi de 2.321,66 T, o que equivale a produção de 585,18m3 de CH4/dia. A análise mostrou que inicialmente será necessário o investimento de um valor maior, mas que a longo prazo a CEASA economizará cerca de R$339.426, 45/ano e não precisará ter altos gastos desnecessários, como o transporte dos resíduos até o Aterro Sanitário Titara, situado no município de Rosário-MA, corroborando a aplicabilidade de um aparelho biodigestor na Central.

Referências

ANEEL [Agência Nacional de Energia Elétrica]. Tarifas Consumidores, 2017 [acesso 25 ago. 2021]. Disponível em: https://www.aneel.gov.br/tarifasconsumidores.

COLDEBELLA A, SOUZA SN, SOUZA J, KOHELER AC. Viabilidade da cogeração de energia elétrica com biogás da bonivocultura de leite. Encontro de energia no meio rural, 6, Campinas, SP. 2006

EMPRESA DE PESQUISA ENERGÉTICA EPE. Aproveitamento Energético dos Resíduos Sólidos Urbanos de Campo Grande, MS. Rio de Janeiro, 2008.

FERREIRA BO. Avaliação de um sistema de metanização de resíduos alimentares com vistas ao aproveitamento energético do biogás. Escola de Engenharia da UFMG, Belo Horizonte. 117 p. 2015.

KUBASKÁ, M; SEDLÁCEK, S; BODÍK, I; KISSOVÁ, B. Food Waste as Biodegradable Substrates for Biogas Production. International Conference of Slovak Society of Chemical Engineering, Slovakia, 2010.

LIMA-E-SILVA, P. P. Dicionário brasileiro de ciências ambientais. Rio de Janeiro, 204-205, 2002.

RECICLASAMPA. O Lixo do mundo dobrará de volume até 2025. 2018. Disponível em:

https://www.reciclasampa.com.br/artigo/lixo-do-mundo-dobrara-de-volume-ate-2025. [acesso 4 set. 2021].

MIN, H; KYU, S; HYUB, J; MOON, J. Bioresource Technology Microbial community structure in a thermophilic aerobic digester used as a sludge pretreatment process for the mesophilic anaerobic digestion and the enhancement of methane production. Bioresource Technology. 80–89, 2013.

MIOLINO, A. Biomethane production by anaerobic digestion of organic waste. Fuel, 3, 2012 [acesso 20 dez. 2015].

MOURA RP. Avaliação do potencial de geração de energia a partir dos resíduos orgânicos do restaurante universitário da UFRJ. Escola Politécnica, Universidade Federal do Rio de Janeiro, 73, 2017.

ROCHA, CM. Proposta de implantação de um biodigestor anaeróbio de resíduos alimentares. Juiz de Fora: Universidade Federal de Juiz de Fora, 61, 2016.

SALOMON, K. Estimativa do potencial de geração de energia elétrica para diferentes fontes de biogás no Brasil. Revista Biomassa e energia. Itajubá, 2, 57-67, 2006.

SANTOS, P. Guia Técnico do Biogás. Centro para a Conservação de Energia, 101-109, 2000.

Downloads

Publicado

2022-05-20

Edição

Seção

ARTIGOS CIENTÍFICOS