Editorial

Autores

Resumo

Entre as profundas mudanças decorrentes da crescente presença e relevância da tecnologia na sociedade, destacam-se inegáveis transformações no cenário pedagógico e acadêmico. Alunos e professores deparam-se com uma nova realidade marcada por uma linguagem multifacetada, pelo crescente uso de novas tecnologias mediando as interações, por textos que cada vez mais mesclam diferentes semioses e pela demanda do uso de ferramentas digitais, exigência essa acentuada de forma brusca e involuntária pelo contexto pandêmico com que fomos surpreendidos.

Essas mudanças e exigências têm levado professores e pesquisadores a buscar novas abordagens e caminhos, que não apenas apontem a melhor forma de lidar com transformações que se mostram inexoráveis, mas que se revelem apropriadas ao novo perfil de discentes que chegam à sala de aula com renovadas necessidades e imensas expectativas. Para atender às necessidades da sala de aula contemporânea, faz-se necessário, portanto, incorporar ao ambiente pedagógico o conceito de “competência comunicativa multimodal” como em Royce (2002)[1]. A noção designa a habilidade de compreender textos cujo significado deriva da conjunção das linguagens visual e verbal, assim como a aptidão de nos comunicarmos através desses textos multimodais.

Os textos que fazem parte do 5º número do Caderno de Ensino, Linguagens e suas Tecnologias refletem essa busca de renovação por parte de profissionais que se debruçam sobre o riquíssimo e desafiador cenário constituído por um caldeirão formado por novas tecnologias que não cessam de nos surpreender, gigantescas limitações estruturais inerentes à conjuntura nacional e alunos que se preparam para um mundo no qual o conceito de linguagem não guarda fronteiras.


[1] ROYCE, Terry. Multimodality in the TESOL classroom: Exploring visual-verbal synergy. TESOL Quarterly, 36(2), p. 191-205, 2002.

Biografia do Autor

Marcus Vinicius Brotto de Almeida, Editor-gerente

Possui doutorado (2017) e mestrado (2010) em Letras Vernáculas (Língua Portuguesa) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2017), especialização (2007) em leitura e produção de texto pela Universidade Federal Fluminense e graduação em Letras - Português / Literatura pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (2005). Atualmente é professor de Língua Portuguesa do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ) campus São Gonçalo. Tem experiência na área de ensino de língua materna, atuando principalmente nos seguintes temas: letramento e desenvolvimento metalinguístico.

Downloads

Arquivos adicionais

Publicado

2022-07-14