CONHECIMENTO DO CONTEÚDO DE SEQUÊNCIAS NUMÉRICAS: UMA PESQUISA COM PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL OU CONTINUADA

Bruna Moresco Rizzon, Isolda Gianni de Lima, Laurete Zanol Sauer, Helena Noronha Cury

Resumo


Neste artigo, são apresentados resultados parciais de uma investigação sobre dificuldades de professores de Matemática em formação inicial ou continuada em relação ao conteúdo “sequências numéricas”. Na pesquisa, utilizou-se um teste composto por duas questões, cujos dados resultantes são as respostas escritas dos participantes, alunos de cursos de Licenciatura em Matemática e de Mestrado Profissional em Ensino de Matemática, ambos de uma Instituição de Ensino Superior do Rio Grande do Sul. As respostas incorretas foram escolhidas para uma análise mais aprofundada, quantitativa e qualitativa, e constatou-se que as dificuldades apresentadas pelos participantes são relacionadas à falta de conhecimento sobre o conteúdo, ao uso inadequado da linguagem matemática, à interpretação equivocada dos enunciados e desconhecimento da fórmula da soma dos termos de uma progressão geométrica ilimitada. Sugere-se que os erros identificados e analisados podem ser usados no planejamento de atividades a serem aplicadas em cursos de formação de professores de Matemática, visando ao aprimoramento do conhecimento matemático desse conteúdo, como forma de qualificar o seu ensino na escola básica.


Palavras-chave


Sequências numéricas; Análise de erros; Formação inicial ou continuada de professores de Matemática.

Texto completo:

PDF

Referências


BALL, D. L.; HILL, H.; BASS, H. Knowing mathematics for teaching: who knows mathematics WELL enough to teach third grade and how can we decide? American Educator, n. 29, p. 14-22, 2005.

BALL, D. L.; THAMES, M. H.; PHELPS, G. Content knowledge for teaching: what makes it special? Journal of Teacher Education, v. 59, n. 5, p. 389-407, Nov./Dec. 2008.

BARDIN, L. Análise de conteúdo.Lisboa: Edições 70, 1979.

BARICHELLO, L. Análise de resoluções de problemas de cálculo diferencial em um ambiente de interação escrita. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) - Instituto de Geociências e Ciências Exatas, Universidade Estadual Paulista, Rio Claro, 2008.

BORASI, R. Exploring mathematics through the Analisys of Errors. For the Learning of Mathematics, v. 7, n. 3, p. 2-8, Nov. 1987.

BORASI, R. Reconceiving mathematics instruction: a focus on errors. Norwood, NJ: Ablex, 1996.

BORTOLI, M. de F. Análise de erros em matemática: um estudo com alunos de ensino superior. 2011. Dissertação (Mestrado profissionalizante em Ensino de Matemática) – Centro Universitário Franciscano, Santa Maria, 2011.

HILL, H.; BALL, D. L.; SCHILING, S. G. Unpacking pedagogical content knowledge: conceptualizing and measuring teachers´topic-specific knowledge of students. Journal for Research in MathematicsEducation, v. 39, n. 4, p. 372-400, 2008.

JOJOT, B. N. Identificación y análisis de los errores cometidos por los estudiantes de introducción a la matemática. In: REUNIÓN DE DIDACTICA DE LA MATEMÁTICA DEL CONO SUR, 8., 2009, Asunción. Actas… Asunción: CEMPA, 2009. 1 CD-ROM.

MANDARINO, M. C. F. A análise de soluções dos alunos na formação de professores que ensinam matemática. In: REUNIÃO ANUAL DA ANPED, 33., 2010, Caxambu. Anais... Disponível em:

. Acesso em: 12 jan. 2017.

MOREIRA, P. C. 3+1 e suas (in) variantes: reflexões sobre as possibilidades de uma nova estrutura curricular na Licenciatura em Matemática. Bolema, v. 26, n. 44, p. 1137-1150, dez. 2012.

RESNICK, L. B.; FORD, W. W. La enseñanza de las matemáticas y sus fundamentos psicológicos.Barcelona: Paidós, 1990.

SHALEM, Y.; SAPIRE, I.; SORTO, M. A. Teachers´explanations of learners´errors in standardized mathematics assessments. Pythagoras, v. 35, n. 1, p. 1-11, 2014.

SHULMAN, L. S. Those who understand: knowledge growth in teaching. Educational Researcher, v. 15, n. 2, p. 4-14, 1986. Disponível em:

. Acesso em: 12 jan.2017.

SPEER, N. M; KING, K. D; HOWELL, H. Definitions of mathematical knowledge for teaching: using these constructs in research on secondary and college mathematics teachers. Journal of Mathematics Teacher Education, v. 18, n. 2, p. 105-122, 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.22407/10.22407/2176-1477/2017.v8i2.670

ISSN: 2176-1477