CONCEPÇÕES DE PROFESSORES DOS ANOS INICIAIS SOBRE A ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA (AC) E A ABORDAGEM CIÊNCIA, TECNOLOGIA E SOCIEDADE (CTS) NO ENSINO DE CIÊNCIAS

Werner Zacarias Lopes, Rhenan Ferraz de Jesus, Vanderlei Folmer, Robson Luiz Puntel

Resumo


Na perspectiva de esclarecer como os temas Alfabetização Científica (AC) e Ciência, Tecnologia e Sociedade (CTS) são tratados no Ensino de Ciências nas escolas, propôs-se uma aproximação junto aos professores dos Anos Iniciais do Ensino Fundamental de um município gaúcho, pretendendo compreender as suas concepções sobre a AC e a abordagem CTS, ainda, buscando identificar como se configura as relações entre esses temas em suas atividades pedagógicas. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa compreensivo-interpretativa, constituindo-se por uma amostra de 58 professores de escolas públicas municipais de Alegrete, RS. Os professores responderam a um questionário elaborado pelos pesquisadores. Pelos achados, notou-se que a grande maioria dos professores demonstra não conhecer o significado da AC e CTS, também, parte dos professores (68,96%) mencionaram que a abordagem CTS não foi contemplada na matriz curricular em seus cursos de formação inicial. E mais, que 96,56% dos professores relataram não possuir cursos ou pós-graduação que contemplassem as temáticas AC e CTS. Referindo-se de como se dá o trabalho docente na proposta da AC na abordagem CTS, verificou-se que grande parte deles apresentaram dificuldades para exemplificar como essa proposta pode ser trabalhada/abordada no ensino de Ciências nos Anos Iniciais por meio de suas atividades docentes. Além disso, a maioria deles relataram não estar preparados para abordar essa temática em suas práticas pedagógicas, bem como uma parte desses educadores (22,5%) descreveu não possuir conhecimento suficiente sobre as concepções do tema proposto. Em vista disso, percebendo existir uma carência ao aventar esse tema nos Anos Inicias do Ensino Fundamental, acredita-se que se devam propor estratégias e ações formativas aos professores, como cursos de capacitação, tornando-se uma ferramenta imprescindível para que profissionais da educação possam contribuir, com mais propriedade em suas atividades pedagógicas, a uma crescente qualidade no ensino de Ciências.

Palavras-chave


alfabetização científica; ciência, tecnologia e sociedade; ensino de ciências; unidocentes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.22407/2176-1477.2017v8i1.473