ALFABETIZAÇÃO CIENTÍFICA E QUESTÕES SOCIOCIENTÍFICAS: ENERGIA E GESTÃO DE RESÍDUOS EM CURITIBA E REGIÃO METROPOLITANA

Ligia Esteves Maria, Noemi Sutil

Resumo


Neste trabalho, no âmbito de propostas para educação ambiental, discutem-se possibilidades de alfabetização científica no Ensino Médio, com o desenvolvimento de uma sequência didática, em abordagem de questões sociocientíficas, envolvendo energia e gestão de resíduos em Curitiba e Região Metropolitana. A sequência didática compreendeu três encontros, em que houve produções escritas dos estudantes. A análise dessas produções foi realizada de acordo com pressupostos e características de Análise de Conteúdo e modelo de argumentação proposto por Stephen Toulmin. Entre as possibilidades de alfabetização científica são destacadas: apropriação de conhecimentos científicos; desenvolvimento de concepção de ciência construtiva associada à sociedade, cultura e ambiente; participação pública em questões relativas à ciência, tecnologia, sociedade e ambiente; argumentação. Nesta pesquisa, podem ser ressaltados avanços em relação à explicitação de argumentos fundamentados e envolvimento na análise e proposição de soluções às situações apresentadas.

Palavras-chave


alfabetização científica; questões sociocientíficas; argumentação; energia.

Texto completo:

PDF